Conselhos para aluguel de Vans no RJ com desconto

Se você está se movendo ou planejando férias em grupo, o espaço é sempre uma consideração importante ao alugar um veículo com desconto no Rio de Janeiro.

Nada é mais desconfortável do que enfiar seis amigos e seis malas num pequeno aluguel. Felizmente, podemos ajudá-lo a localizar uma locação de van no RJ com motorista espaçosa sem qualquer dificuldade.

Basta selecionar a localização desejada e o período de aluguel, juntamente com “van de carga” ou “van de passageiros” da ferramenta de pesquisa de aluguel de carros e você está pronto para começar!

Novo no mundo dos aluguéis de veículos multi-pessoas?
Não se preocupe! A seguir, alguns conselhos diretos de aluguer de vans dos especialistas da Car Rentals Express.

Tipos de van

A primeira coisa que você precisa considerar ao reservar uma van é o tipo de aluguel que você precisa.

Os aluguéis de vans podem ser divididos em duas categorias principais: veículos de passageiros e cargas. Aluguel de vans de passageiros incluem:

  • minivans
  • vans estendidas
  • e 15 aluguel de vans de passageiros.

As vans de carga também podem vir em comprimentos estendidos, mas incluem apenas dois assentos, um para o motorista e um para um passageiro.

Se você está planejando mover mais “coisas” do que pessoas, vans de carga são a melhor aposta. Se você está organizando férias para várias pessoas, um aluguel de van de 15 passageiros provavelmente fornecerá espaço suficiente para seus amigos e sua bagagem.

Tamanhos de vans

Existem vários tamanhos de vans disponíveis no mercado de aluguel.

Ao decidir que tipo de van de carga usar, primeiro considere o tamanho do maior item que você precisa mover.

Você vai querer ter certeza de que o item se encaixa no seu veículo escolhido. A próxima consideração do tamanho do aluguel de vans de carga dependerá de quantas viagens você está preparado para fazer entre o seu destino original e final.

Obviamente, quanto maior a van, mais itens você pode caber dentro, e menos viagens você vai precisar fazer.

Vans de passageiros também vêm em uma variedade de tamanhos, fornecendo aos viajantes toneladas de espaço para companheiros de viagem adicionais.

Aluguel de minivans, dependendo do modelo, normalmente oferecem entre sete e oito assentos adequados.

Os aluguéis estendidos de vans incluem configurações de doze e quinze assentos.

Ao revisar os aluguéis de vans on-line, é importante que você compare como com like. Ao comparar preços, certifique-se de saber o que está incluído e o que está excluído de sua cotação.

O seguro pode variar drasticamente de empresa para empresa, e até mesmo entre as aulas de aluguel de vans. Lembre-se de sempre rever sua política de cobertura e nunca assumir que sua cotação inicial inclui cobertura completa. Se possível, opte sempre por aluguel de vans com uma opção de quilometragem ilimitada.

Uma nota sobre segurança de aluguel de vans Se você nunca dirigiu uma van antes, prepare-se para um pequeno ajuste.

Dirigir uma van é diferente de dirigir seu carro comum; você está mais alto, o centro de gravidade do veículo é diferente, e o corpo do veículo é substancialmente mais longo do que um carro normal.

Como tal, o aluguel prolongado de cargas e vans de passageiros tem um risco muito maior de capotar se conduzido de forma imprudente.

O risco de colisão em uma van estendida aumenta drasticamente à medida que o número de ocupantes aumenta.

Adicionar uma carga ao teto do veículo também contribuirá para o risco de capotamento. Dicas para prevenir capotamento:

  • Certifique-se de que você está bem descansado antes de ficar ao volante do aluguel da sua van.
  • Mantenha uma velocidade segura para as condições climáticas e rodoviárias.
  • Se as rodas da van caírem da estrada pavimentada em um ombro solto, reduza gradualmente a velocidade e volte para o pavimento sólido.

Mais de 80% das pessoas mortas em acidentes prolongados de capotamento de vans não usavam o cinto de segurança. Dobrar-se pode reduzir drasticamente o risco de lesão em caso de acidente. Encontrar um aluguel de van seguro e acessível não precisa ser difícil.

Melhores mangueiras de jardim com desconto

Com tantas opções para escolher e pouca diferença visível entre mangueiras de jardim, é tentador simplesmente escolher a mais barata. Mas pequenas diferenças podem ter um grande impacto sobre o tempo que a mangueira dura e como é fácil de usar.

Uma boa mangueira mágica de 30m deve durar de 5 a 10 anos. Mas muitos proprietários que compram mangueiras de baixa qualidade acabam substituindo as deles a cada ano devido a vazamentos, rachaduras ou podridão. Embora alguns problemas possam ser reparados, geralmente é mais econômico comprar uma mangueira de boa qualidade para começar.

Neste artigo, revisamos os recursos a serem considerados ao comprar uma nova mangueira de jardim para que você saiba o que procurar na escolha de um produto de qualidade.

Se você está apenas interessado nos diferentes tipos de mangueiras e nossas recomendações para a melhor mangueira de jardim, role até tipos de mangueiras.

Como escolher a melhor mangueira de jardim para você

Não há apenas um tipo de mangueira de jardim que é perfeito para todos.

O que funcionar melhor para você vai depender do tamanho da área em que você vai usá-la, para que você vai usar a mangueira e onde você vai armazená-la, bem como seu orçamento.

Mas, em geral, há seis coisas que você deve considerar ao escolher uma mangueira de jardim.

Considerações importantes ao comprar uma mangueira de jardim

Comprimento – Mais tempo não é melhor

As mangueiras de jardim vêm em comprimentos de 25, 50, 75 e 100 metros É tentador comprar uma mangueira mais longa e usá-la para todas as suas necessidades de rega ao redor do jardim. Mas não faça isso. Não só mangueiras mais longas custam mais, mas são mais pesadas para se mover, precisam de mais espaço de armazenamento, podem ser difíceis de drenar antes de guardá-las para o inverno, e podem resultar em menor pressão de água saindo do final.

Meça a distância mais distante do seu espigo e compre uma mangueira que vai além disso. Você não quer puxar a mangueira para esticá-la, pois isso provavelmente causará problemas ou vazamentos.

Em um deck ou varanda, uma mangueira de jardim de 25 pés geralmente é boa. A maioria dos pátios urbanos precisa apenas de uma mangueira de 50 pés, no máximo. Se você precisa de um comprimento maior de mangueira do que 50 pés, considere comprar duas mangueiras e juntá-las quando você precisar ir além de 50 pés. Assim você não está carregando uma mangueira de jardim longa e pesada o tempo todo.

Diâmetro da mangueira – Largura = Fluxo de água

Os diâmetros mais comuns da mangueira do jardim são de 3/4 polegadas, cinco oitavos de polegada e meia polegada. Estas medidas são baseadas no diâmetro interno da mangueira, não no exterior. Quanto maior o diâmetro, mais água a mangueira carregará.

Uma largura de mangueira de cinco oitavas de polegada é geralmente mais útil. É uma boa combinação de fluxo de água e pressão sem ser muito pesado.

Se o peso da mangueira for um problema para você, uma mangueira de meia polegada pode ser melhor. Eles tendem a ser mais leves, mas por causa do diâmetro menor eles não carregam tanta água. As mangueiras de jardim de meia polegada são melhor mantidas a 50 pés ou menos e usadas para tarefas de jardinagem leves, como recipientes de rega e cestas penduradas. Estas mangueiras não são apropriadas para uso com irrigadores ou qualquer coisa que exija maior pressão da água (como lavar o carro).

Material – Borracha é melhor

Você geralmente encontrará mangueiras de jardim feitas de borracha, vinil ou uma combinação dos dois.

Uma mangueira de vinil básica (geralmente reforçada com um cabo radial) é a opção mais barata e leve, mas também a menos resistente. É mais propenso a torção, divisão e rachaduras do que outros materiais e pode degradar-se rapidamente se deixado ao sol ou exposto a tempo severo. Mas se o orçamento é um problema e você só estará usando a mangueira para tarefas de jardinagem de serviços leves, então uma mangueira de jardim de vinil pode ser uma boa opção.

As mangueiras de borracha são geralmente as mais fortes e duradouras, mas também carregam o preço mais alto e podem ser pesadas para transportar ao redor do jardim. A borracha tem os benefícios adicionais de ser capaz de transportar água quente, ser menos propensa a torção, e resistir à rachadura e deterioração do ozônio (para que eles não desmoronem se deixados ao sol). Para uso pesado e uma mangueira que dura muitas estações, a borracha é a melhor escolha.

Uma opção no meio da estrada é uma mangueira de jardim de borracha/vinil composta.

As mangueiras reforçadas (geralmente reforçadas com um revestimento de malha entre camadas de vinil e/ou borracha) são mais resistentes à torção e divisão, e podem ter níveis mais altos de pressão da água.

Embora camadas adicionais (ou “plies”) tendem a sugerir uma mangueira mais forte, não coloque muito estoque neste número — o número de camadas não importa tanto quanto do que essas camadas são feitas. Uma camada de “malha” fortalecendo é um bom sinal, outras coisas sendo iguais.

Tenha cuidado com as mangueiras de borracha e de jardim de vinil, pois elas lixiviam produtos químicos na água do que tornam inseguro beber. Se você ou seus animais de estimação beberem da mangueira, invista em uma mangueira “segura de água potável”. Estes são geralmente feitos de poliuretano e foram especialmente construídos para não lixiviar produtos químicos nocivos.

Força – Olhe para a pressão da explosão

A resistência da mangueira de jardim pode ser medida em termos de “pressão de estouro” (a pressão da água na qual é provável que se rompa). Se você estiver usando um bocal de mangueira ou um aspersor, procure por uma mangueira com uma pressão de estouro acima de 350 psi. Para uso da lavadora de pressão, verifique o manual antes de comprar uma mangueira – você pode precisar de um psi ainda maior.

Flexibilidade – Experimente o Teste de Torção

Você quer uma mangueira de jardim que seja flexível (para fácil armazenamento, indo em torno de cantos, etc.) mas não tão flexível que ele torça facilmente. Torpar leva à divisão e encurta a vida da sua mangueira. Enquanto todas as mangueiras de jardim vão torção se torcidos (sim, até mesmo as mangueiras “sem torção”), algumas são melhores do que outras. Em geral, mangueiras de borracha reforçadas e reforçadas são menos propensas a torção do que outros tipos.

Ao comprar uma mangueira de jardim, dobre-a em um U. Se ele torção, escolha outro.

Acoplamentos – Procure por Latão de Elenco

Acoplamentos de mangueira de jardim são as peças finais que se prendem a espinhos, irrigadores e bocais.

Mangueiras mais baratas geralmente têm acoplamentos plásticos. Evite estes – eles são mais propensos a vazamentos, rachaduras e quebras e muitas vezes não podem ser apertados corretamente. O plástico também quebra rapidamente, especialmente quando deixado ao sol.

Acoplamentos metálicos (geralmente latão, embora muitos sejam cromados) são carimbados ou fundidos. Você pode identificar latão fundido porque é mais grosso que o metal de folha e geralmente tem uma forma octogonal para que o acoplamento possa ser virado com uma chave inglesa. Os acoplamentos feitos de latão fundido são os mais duráveis e resistentes a vazamentos. Encaixes finos de metal carimbado podem ser difíceis de apertar no spigot, dobrar facilmente (por isso não pise sobre ele ou atropele-o com o cortador de grama ou carro), e quebre ao longo do tempo.

Sendo tudo igual, um grande acoplamento em forma de octógono é mais fácil de apertar, particularmente para aqueles de nós com dedos duros ou menor força de aderência.

Embora muitas mangueiras venham com uma arruela inserida no acoplamento, estas são muitas vezes lavadoras de plástico finas que rapidamente quebram. Recomendamos sempre que você use uma arruela de borracha de alta qualidade (como esta de Gilmour) no ponto deconexão entre o encaixe da mangueira e o espigo ou bocal. Isso ajudará a evitar vazamentos.

Procure uma coleira. Mangueiras de qualidade geralmente têm uma “coleira” de plástico ou borracha que estende talvez de quatro a seis polegadas acima da mangueira de um acoplamento. Isso reduz as chances de uma torção ou divisão perto do espigo, onde eles são particularmente comuns.

Tipos de Mangueiras de Jardim

Abaixo estão as descrições dos tipos mais comuns de mangueiras de jardim, juntamente com nossas recomendações. Passe o mouse sobre cada nome ou imagem do produto para obter detalhes de preços.

Mangueiras leves

Essas mangueiras são geralmente feitas de vinil (às vezes com uma malha de reforço ou várias plies (camadas)) por isso podem torção mais facilmente, muitas vezes têm acessórios plásticos, e tendem a vir em diâmetros mais finos, mas os preços estão na faixa inferior.

Se você está jardinagem em um orçamento, não vai usá-lo com frequência, não precisa de uma mangueira longa (mais de 50 pés), e ter menor pressão da água ou não usar um aspersor ou bocal de mangueira, então uma mangueira leve provavelmente atenderá às suas necessidades.

Embora você possa encontrar mangueiras de serviço leve on-line, sua melhor aposta é visitar sua loja de melhorias domésticas local ou centro de jardim. Você encontrará algumas das mangueiras de serviço mais pesadas lá também, mas muitas delas são perfeitas para uso leve.

Redes de proteção no RJ com desconto

Quando o tema é segurança a maioria das pessoas quer ter a melhor. E um dos produtos mais procurados do Rio de Janeiro é a rede de proteção.

Para quem não sabe, a rede de proteção (que também pode ser chamada de tela de proteção) ajuda na prevenção de quedas e acidentes de janelas, varandas, coberturas e até mesmo piscinas.

Geralmente comprar redes de proteção não é algo muito caro, mas é necessário contar com o apoio de um profissional qualificado para que possa instalar a tela de proteção com extrema competência e segurança!

Instalação de redes de proteção

Por isso que o serviço de instalação de redes de proteção RJ Tijuca costuma ter preços variados e as vezes um pouco caro.

Existem diversas empresas que fazem esse tipo de serviço de forma profissional. A maioria delas fazem orçamentos grátis e online por telefone, e-mail ou WhatsApp.

Um dos serviços mais recomendados para quem quer ter mais tranquilidade dentro dos apartamentos cariocas é a colocação de telas protetoras!

Descontos na compra de telas de proteção

Há algumas formas de se conseguir descontos ou preço baixo na instalação das telas de proteção no Rio de Janeiro.

Uma delas , isto é, a principal, ocorre durante o orçamento. Ao final de sua pesquisa você pode simplesmente optar pelo preço mais baixo ou recorrer aos demais concorrentes para que eles possam cobrir o preço do outro.

Ao final da sua pesquisa de orçamento, você poderá ter o menor preço possível para colocar redes protetoras no seu apartamento ou casa.

É importante dizer que o desconto também pode ser conseguido para redes de proteção em piscinas.

Você sabe como evitar doenças no verão?

Quando o verão se aproxima ficamos muito propícios á doenças. Este blog é para te orientar a evitar e prevenir essas doenças, fazendo com que sua saúde fique intacta o verão todo, para que você aproveite ao máximo.

O calor e a umidade deixam o corpo mais exposto á doenças no verão. Frequentar praias e piscinas também podem ser agentes de transmissão de doenças, pois esses locais geralmente tem uma aglomeração grande de pessoas e são ambientes, que pela proximidade e contato com outras pessoas, podem ser facilitadores para o contagio e proliferação de doenças, além disso para tirar as dores musculares um massageador auxilia no alivio da dor no corpo.

Muita gente viaja para aproveitar as praias no verão e acaba optando por fazer a alimentação em barracas de praia ou até mesmo com vendedores ambulantes, ingerindo alimentos diversos sem saber de sua origem e preparo, aumentando ainda mais a possibilidade de uma contaminação alimentar e o controle de pelo por balança digital é uma alternativa na prevenção de doenças da obesidade..

Acima citei a intoxicação alimentar como um exemplo de doenças que podemos nos contagiar no verão, mas além dela há muitas outras, veja:

  • Conjuntivite;
  • Dengue, Chikungunya e Zika;
  • Desidratação;
  • Insolação;
  • Micoses;
  • Otite (infecção do ouvido).

Saiba como evitá-las:

  • Conjuntivite: A conjuntivite é uma inflamação na membrana que reveste os olhos, e é percebida com uma irritação que pode ser causada pelo sal do mar ou pelo cloro de piscina de clubes. Pode ser transmitida também por bactérias e vírus.

Para que se tenha cuidados e precauções e seja evitado o contagio, procure usar óculos de natação e lavar os olhos depois de sair da piscina ou água do mar. Evite contato com pessoas que estão infectadas.

  • Dengue: A dengue se inicia com uma febre causada por um vírus, provocando sintomas como náuseas, vomito e cansaço E sua forma mais grave pode levar a morte. A dengue é transmitida por um mosquito, que se reproduz em água parada. No verão, as chuvas aumentam e o número de criadouros para esses mosquitos também.

A maneira mais eficaz de se evitar o contagio da dengue é impedir a reprodução desses mosquitos, eliminando recipientes que possam acumular água parada, ou mesmo o uso de mata mosquito.

  • Desidratação: No verão por mais que a vontade de ingerir bebidas geladas aumente, muitas vezes esquecemos de beber água. A desidratação se dá quando a pessoa ingere menos quantidade de liquido que o corpo precisa, tendo como sintomas mal-estar, dor de cabeça e pode levar a insuficiência renal.

Nos últimos anos o verão tem sido maçante, e suamos mais que o normal, sendo um mecanismo do corpo necessário para manter a temperatura ideal.

Para se evitar a desidratação beba muito líquido, de preferencia água. O consumo ideal para os adultos é de dois litros de água. Sucos e chás também são uma boa opção, já sucos e refrigerantes não são indicados, pois o liquido não é tão bem absorvido pelo nosso organismo. O consumo de cerveja também não é ideal, pois o álcool possui efeito diurético, e faz com que a pessoa perca muita água pela urina.

  • Insolação: Se dá pela exposição exagerada ao sol, em especial nos horários mais quentes como por exemplo, das 10h da manhã até as 16h da tarde do horário de verão. A grande exposição ao sol forte pode causar graves queimaduras na pele e desidratação. Em casos muito graves, a temperatura muito alta prejudica o funcionamento do organismo. Para que você não tenha problemas com o sol, use tecidos leves e roupas mais largas. Faça o uso de protetor solar, repassando conforme o período necessário.
  • Micoses: As micoses são fungos que se proliferam na pele, principalmente nas dobras do corpo copo virilhas e entre os dedos dos pés. Causam irritação e coceira excessiva, podendo provocar infeção.

Ambiente quente e úmidos são ideias para os fungos, podendo ser transmitidos pela areia ou pelo piso em torno das piscinas. Para que você não tenha problemas como esses, seque bem o corpo após sair do banho, piscina ou praia. Uma boa dica também é secar o cabelo a frio, para evitar micoses no couro cabeludo ou mesmo ter um desumidificador de ar, ajuda a retirar a umidade do ambiente.

  • Otites: Esta é uma inflamação do ouvido, que geralmente se da na parte externa do ouvido. Esta inflamação acontece por conta da irritação provocada pela água que entra no ouvido, podendo conter fungos e bactérias. Se você passa por situações desse tipo, cotonetes são muito recomendados para secar os ouvidos. Usar bolinhas de silicone nos ouvidos durante mergulhos e banho de mar evita que entre água.

Se você se atentar aos nossos artigos, seu verão será muito proveitoso. Fique atento em nossas redes.